terça-feira, 17 de novembro de 2015

Doenças Psicossomáticas :A Psique se Comunicando

Por Rosangela Brunet

O corpo fala e sua comunicação é complexa e delicada. É importante para nossa saúde mental e física aprender sua linguagem e saber interpretar seus sinais.A dor,por exemplo, é um alerta nos chamando a atenção de que algo não esta bem.Não ignore os sinais do teu corpo .O que calamos e o que experimentamos ficará registrado no nosso corpo.Uma linha história se escreverá. Se a dor que a gente sente não puder ser expressada ela poderá vir em forma de aflição.O resfriado que pegamos insistentemente pode ser nosso corpo chorando a falta de afeto ardendo em febre .Quem sabe se a gastrite não é a ácida raiva corroendo nossa vida; ou então, vai ver se nosso coração estiver querendo parar pode ser a esperança de futuro que a gente deixou de alimentar . Como disse George Groddeck " todas as doenças têm um propósito...as pessoas criam suas doenças, não de forma arbitrária, mas sob a influência de uma compulsão interior
Sigmund Freud disse em 1914 que" o eu é, antes de tudo, superfície corporal ." Michel Foucault acrescentou mais tarde que " o Corpo é Superfície de inscrição dos acontecimentos "
Baseado nessas premissas penso que o que calamos e o que experimentamos ficará registrado no nosso corpo. Uma linha histórica se escreverá. Considerando essas citações podemos imaginar que se a dor que a gente sente não puder ser expressada ela poderá vir em forma de aflição. O resfriado que
pegamos insistentemente pode ser nosso corpo chorando a falta de afeto ardendo em febre .Quem sabe se a gastrite não é a ácida raiva corroendo nossa vida. E por fim, se nosso coração estiver querendo parar; quem sabe não seja a esperança de futuro que a gente deixou de alimentar. 

Como disse George Groddeck. 1983 , Uma demanda inconsciente) : " todas as doenças têm um propósito. Se você entender isso irá constatar que as pessoas criam suas doenças, não de forma arbitrária, mas sob a influência de uma compulsão interior"

"O inconsciente afeta o corpo.Esse corpo portador de marcas, que o riscam e que entalham sua forma...O corpo é uma realidade." (Colete Soller, em O corpo falante. Colette Soler )

Fritz Perls[1] considera " o comportamento físico e mental não como duas entidades separadas que podem existir independentes uma da outra (...) e sim como um todo...Tendo reconhecido que os pensamentos e as ações são feitos do mesmo material podemos traduzi-lo e convertê-lo de um nível para outro. "
Na mesma abordagem teórica Vera Felicidade (In "Desespero e Maldade") fala que "Somatização é o processo pelo qual enchemos o corpo de "resíduos emocionais", transformamos nossas frustrações e mágoas em tremores, dores, etc. É a colocação dos problemas no corpo, é como se aumentássemos o nosso corpo - além de nervos, vísceras, músculos, também passamos a ter queixas, ódios guardados - esta é a ideia popular, psicanalista e psicologicamente corrente; enfim, somatizar é aumentar o corpo, transformando-o em terreno gerador/armazenador do "psicológico mal resolvido O que se imagina que seja causado pela somatização, o corpo presente, é justamente o oposto. A quantidade de fenômenos e
Obra de Sophielh  "A M A Z I N G"
Sculpture outside Modern Art Museum, Guatemala City
processos resumidos no termo somatização cria o corpo ausente. Ao somatizar perdemos o corpo, (des)corporificamos. Nosso corpo vira um objeto diante de nós, não somos o corpo, perdemos o corpo. A perda do corpo, é a perda do contexto, do fundo estruturador das percepções proprioceptivas, estereoceptivas, cinestésicas e cenestésicas. Os processos orgânicos, a movimentação muscular, a orientação espacial, a dor, as vísceras, a percepção de calor, de frio, permanecem, só que são percebidas em outros referenciais que não os do corpo "
O corpo fala e sua comunicação é complexa e delicada. É importante para nossa saúde mental e física aprender sua linguagem e saber interpretar seus sinais.A dor,por exemplo, é um alerta nos chamando a atenção de que algo não esta bem.Não ignore os sinais do teu corpo .O que calamos e o que experimentamos ficará registrado no nosso corpo.Uma linha histórica se escreverá. Se o sofrimento não puder ser expressado ele poderá vir em forma de aflição,angústia e ansiedade.O resfriado que pegamos insistentemente pode ser nosso corpo chorando a falta de afeto ardendo em febre .Quem sabe se a gastrite não é a ácida raiva corroendo nossa vida; ou então, vai ver se nosso coração estiver querendo parar pode ser a esperança de futuro que a gente deixou de alimentar . Como disse George Groddeck " todas as doenças têm um propósito...as pessoas criam suas doenças, não de forma arbitrária, mas sob a influência de uma compulsão interior"
Sigmund Freud disse em 1914 que" o eu é, antes de tudo, superfície corporal ." Michel Foucault acrescentou mais tarde que " o Corpo é Superfície de inscrição dos acontecimentos "
Baseado nessas premissas penso que o que calamos e o que experimentamos ficará registrado no nosso corpo " todas as doenças têm um propósito. Se você entender isso irá constatar que as pessoas criam suas doenças, não de forma arbitrária, mas sob a influência de uma compulsão interior" 
Considerando este fenômeno podemos concordar como que Sigmund Freud disse em Em 1914 " o eu é, antes de tudo, superfície corporal ." Michel Foucault acrescentou mais tarde que " o Corpo é Superfície de inscrição dos acontecimentos " Acho que eles estavam tentando dizer que o que calamos e o que experimentamos ficará registrado no nosso corpo.Uma linha histórica se escreverá. Considerando essas citações podemos imaginar que se a dor que a gente sente não puder ser expressada ela poderá vir em forma de aflição.O resfriado que pegamos insistentemente pode ser nosso corpo chorando a falta de afeto ardendo em febre .Quem sabe se a gastrite não é a ácida raiva corroendo nossa vida. E por fim, se nosso coração estiver querendo parar; quem sabe se não é a esperança de futuro que a gente deixou de alimentar . Como disse George Groddeck em Conferências psicanalíticas para o doente, 1983( Uma demanda inconsciente) : " todas as doenças têm um propósito. Se você entender isso irá constatar que as pessoas criam suas doenças, não de forma arbitrária, mas sob a influência de uma compulsão interior" .Por isso precisamos sempre lembrar ao longo de nossa vida o que disse Carl Gustav Jung "A meta da individuação não é outra senão a de despojar o si mesmo dos invólucros falsos da persona, assim como do poder sugestivo das imagens primordiais" . E ai certamente as energias que nos paralisam e nos desgastam se transformarão e nos liberará para ações mais saudáveis e proativas. Segundo Ercilia Simone Dalvio Magaldi " Quando o ego cede a direção da carruagem da vida ao Self e atua como seu co-piloto, auxiliando-o na realização da plenitude da vida, na realização do mito do significado de nossas vidas, adentramos de forma consciente ao nosso processo de individuação, não criamos resistências egóicas e, assim, não adoecemos, e se doentes, nos recuperamos. Em termos homeopáticos cooperamos com o nosso mais alto fim existencial. Buscamos a realização da "causa finalis" de cada um de nós, que é única e singular. “

Doenças Psicossomáticas

 

Doença psicossomática é a conversão de problemas psicológicos em doenças orgânicas. É um processo pelo qual a pessoa “desloca” para o organismo a carga emocional decorrente de algum problema que está vivendo(...) mas
como profissional da área da saúde acho razoável lembrar que:- antes de pensar na somatização,todo e qualquer sintoma deve ser avaliado por um médico eliminado toda e qualquer possibilidade de doença física para depois pensar-se em somatização.- o que atenua, diminui e alivia o sintoma de uma pessoa não necessariamente terá o mesmo efeito sobre outra pessoa.
- precisamos ser mais cautelosos ao fazer indicação, orientar, sugerir sem embasamento profissional.- Todos devem procurar um médicos para serem avaliados. Doença psicossomática existe sim, mas doenças físicas também.Adriana Garcia
Algumas doenças são criadas por nós mesmos .Nestes casos não se pode definir com precisão a origem desta somatização,mas se paramos para refletir sobre isso podemos encontrar muitas emoções reprimidas e desviadas de seu objeto real , sendo simbolizada em forma de doenças físicas. Essas são as famosas doenças psicossomáticas.Não há causa orgânica,mas o indivíduo esta sentindo alguma dor ou possui algum sintoma físico sem explicação. Muitos sentimentos podem estar escondidos e clamando por compreensão. Raiva, tristeza, rancor, culpa, vergonha, decepção, frustração, luto, etc...Desvendar esta origem é um desafio.Entrar em contato consigo mesmo é um caminho para esta descoberta.Isso se faz em terapia.Dificilmente esse processo acontece sem uma intervenção psicoterápica.O fato é que, dissolver essas emoções e redirecioná-las é uma questão de qualidade de vida e saúde mental.
O sofrimento se transforma, se altera,o sofrimento tem uma história para contar. Freud descobriu que os sofrimentos vividos no corpo sem etiologia neurológicas ou orgânica eram falas, frases, eram palavras que estavam amordaçadas . A psicanálise chamou isso Histeria. A causa do sofrimento das

histéricas eram palavras, eram lembranças, eram afetos que não poderiam ser experienciados, eram coisas que não podiam ser ditas, que não podiam ser reconhecidos socialmente" Chistian Dunker, In " As transformações do sofrimento psíquico"
Segundo Fritz "Lidar de forma isolada com os diferentes aspectos da personalidade humana ajuda a reforçar a crença de que o corpo e a alma são partes isoladas e conjugadas de forma misteriosa e desconectada.O indivíduo é um organismo vivo e dentro dessa dinâmica ,existem aspectos que são chamados de corpo, mente e alma .O corpo é a soma das células, a mente é a soma de percepções e pensamentos , e a alma é a soma de emoções. Tudo isso fazendo parte de uma estrutura dinamicamente integrada .São partes de um todo "[3]
O Grito, de Edvard Munch, 
Aprenda a ouvir a voz da sua dor e angústia; cada grito tem um nome, desvende-o, ouça seus sintomas ,pois eles falam de forma simbólica.O corpo fala e sua comunicação é complexa e delicada. É importante para nossa saúde mental e física aprender sua linguagem e saber interpretar seus sinais.A dor,por exemplo, é um alerta nos chamando a atenção de que algo não esta bem.Não ignore os sinais do teu corpo .O que calamos e o que experimentamos ficará registrado no nosso corpo.Uma linha história se escreverá. Se a dor que a gente sente não puder ser expressada ela poderá vir em forma de aflição.O resfriado que pegamos insistentemente pode ser nosso corpo chorando a falta de afeto ardendo em febre .Quem sabe se a gastrite não é a ácida raiva corroendo nossa vida; ou então, vai ver se nosso coração estiver querendo parar pode ser a esperança de futuro que a gente deixou de alimentar . Como disse George Groddeck " todas as doenças têm um propósito...as pessoas criam suas doenças, não de forma arbitrária, mas sob a influência de uma compulsão interior" .

"Podemos calar a boca mas não podemos calar o corpo" Mensajes En El Cuerpo

A verdade é que é fundamental aprender a sentir .Todos os sentimentos precisam ser conhecidos e respeitados. A vergonha de sentir ainda é uma desvantagem que temos que vencer. O processo de detectar a emoção de forma adequada e saber lidar com ela facilita o processo de cura.Há emoções extremamente desconfortáveis e a tendência natural é omitir, negar, reprimir, transferir, etc.Nessa hora um profissional qualificado poderá auxiliar o paciente nessa jornada.
É importante saber que os sentimentos não são nossos inimigos, eles são necessários para o crescimento e enriquecimento psíquico.Os sentimentos fazem parte de quem somos, e certamente negá-los é sinal de não se estar vivendo de forma plena.O mundo psíquico é muito rico, criativo e desconhecido. Todos indivíduo tentam evitar a dor o quanto podem, por isso não desejamos lidar com essas pedras engessadas debaixo de cada sintoma.Mas pense nesse universo como matéria prima para uma grande obra de arte. Por mais desagradável ou desconfortável que seja uma emoção, ela é você, e deve ser considerada , respeitada e vivenciada . Fechar uma ferida sem antes curá-la é permitir que a infecção se manisfeste pelo corpo todo . O caminho é a abertura, a vivência de cada dor, a oxigenação e depois a busca da resolução.
Quem sabe se garganta inflamada sejam emoções reprimidas ou criatividade sufocada; a anorexia talvez seja um ódio ao extremo de si mesmo.A apendicite pode ter se torna o refúgio do medo da vida ou bloqueio do fluxo do que é bom. Já vi arterosclerose sendo o esconderijo de alguma recusas de ver o bem ou o mal. Tem pessoas que simbolizaram suas críticas por tanto tempo fazendo uma artrite .Já a asma pode possuir muitos sentimentos contidos de choro reprimido.Há casos em que o ambiente familiar inflamado, cheio de gritos e discussões provoquem uma Bronquite.A mágoa profunda e a tristeza mantida por muito tempo é a grande amiga do câncer. Há pessoas que tem tanto medo de serem felizes e aceitarem a alegria que convertem todo reservatório de vivências alegres em Colesterol .Haja derrame cerebral para suportar tanta Rejeição pela vida .As diabetes disfarçam tristezas profundas.Medo, rejeição e fuga muitas vezes acabam em diarreias. A Autocritica e a falta de valorização podem estar gritando de dor de cabeça .Os joelhos doem quando o medo de de recomeçar e de seguir em frente aparece. Pessoas cheias de Raiva reprimida aparecem algumas vezes no consultório com Enxaqueca. A dita frigidez denuncia o medo e a negação do prazer.É necessário aprender a lidar com as Incertezas profundas , culpas,angústias e sensação de condenação para que elas não se convertam em Gastrite.
Enfim, há muitos caminhos misteriosos de se esconder da dor, do prazer e do contato consigo mesmo. A lista de causas e possíveis somatizações é imensa . E , obviamente que elas não se manisfestam com tanta clareza e objetividade.É necessário um trabalho árduo de autoconhecimento, coragem e enfrentamento pra se livrar desses nós desviados e desvios disfarçados.
Segue abaixo uma lista de possíveis causas .São apenas sugestões e demonstrações de desvios, recalques, repressões e negações. Há ainda um grande mistério que cada um precisa aprender a desvendar em si mesmo

Lista de Luciana Kotaka [2]  :
Hemorroidas Medo de prazos determinados, raiva do passado
Hepatite Raiva, ódio. Resistência a mudanças
Insônia Medo, culpa
Labirintite Medo de não estar no controle
Meningite Tumulto interior, falta de apoio
Nódulos Ressentimento, frustração. Ego ferido
Pele (acne) Impidualidade ameaçada. Não perdoa a si mesmo
Pneomonia Desespero, cansaço da vida
Pressão alta Problema pessoal duradouro não resolvido
Pressão baixa Falta de amor quando criança
Prisão de ventre Preso ao passado, medo de não ter dinheiro suficiente
Pulmões Medo de absorver a vida
Resfriados Confusão mental, desordem, mágoas
Reumatismo Sentir-se vítima, falta de amor, amargura
Rinite alérgica Congestão emocional, culpa, crença em perseguição
Rins Medo de crítica, do fracasso, desapontamento
Sinusite Irritação com pessoa próxima
Tireóide Humilhação
Tumores Alimentar-se de mágoas, acumular nervoso
Úlcera Medo de não ser bom o bastante
Varizes Desencorajamento. Sentir sobrecarregado .


Referências:
[1] Abordagem Gestaltica Testemunha Ocular da Terapia )
[2] Luciana Kotaka http://lucianakotaka.com.br/2009/09/doenca-psicossomatica/
[3][1]Fritz Perls,In: "Fome e Agressão

Nenhum comentário:

Postar um comentário