sábado, 19 de dezembro de 2015

Liberdade

Por Rosangela Brunet

Nada é mais difícil de aprender a usar do que a liberdade"
(Leonardo Faria, Médico Neurocirurgião e fundador da página MeuCérebro)
Fiódor Dostoiévski, em: "Os Irmãos Karamazov" " explica este fato muito bem.Ele diz: "Desejamos o vôo mas tememos a altura.Para voar é preciso ter coragem de enfrentar o terror do vazio.Porque e só no vazio que o voo acontece.O vazio é o espaço da liberdade, da ausência da certeza.Mas tememos não ter certeza.Por isso, trocamos voos por gaiolas.As gaiolas são lugares onde moram as certezas"
A realidade nem sempre é fácil,e escapamos dela pela porta de trás como loucos fugitivos renunciando a vida . Como reféns evitando a dor nos seguramos na zona de conforto .Mas o preço tem o peso do acesso negado a nós mesmos. E com isso, novas e intermináveis dores vão se multiplicando todos os dias, geradas pela primeira “mentira ”, pelo primeiro desvio de atenção, pelo distanciamento da percepção até o abandono do nosso Verdadeiro Eu .
"Vivemos em um mundo onde há muita coisa pronta, muitas respostas, muitas prescrições de como ser e viver, mas carente de espaço para a vivência do mistério, do silêncio, da possibilidade de questionar, inventar e contemplar" (CARDELLA, 2009)
Quantas chaves andam nos oferecendo por ai.O problema é que elas não cabem na nossa porta : é chave do crescimento, é chave da vitória, é chave da felicidade.É muita receita pra pouco bolo , é muita chave pra raras formatações.As ações são reflexos de nossa forma de pensar.
Quantas chaves andam nos oferecendo por ai.O problema é que elas não cabem na nossa porta : é chave do crescimento, é chave da vitória, é chave da felicidade.É muita receita pra pouco bolo , é muita chave pra raras formatações.As ações são reflexos de nossa forma de pensar.O pensamento é composto de fantasia , imaginação, antecipação, teorização,até que a ação se concretize. 
na vida, tudo tem que acontecer na medida, e no tempo certo de cada um . E, se isso te levar onde você sonhou, e sua vida esta sendo produtiva para você e para quem te ama, então você fez o trajeto correto. Não importa o que a ciência te diga.Não importa o tempo que você levou e em que ritmo você se conduziu.O equilíbrio dessa jornada não esta nestes extremos .O equilíbrio esta no quanto serei capaz de amar e me permitir ser amada.Pois como disse Victor Hugo "Quem ama uma pessoa vê a face de Deus ".


De forma poética eu poderia completar este raciocínio com o que disse Manuel de Barros "...o tamanho das coisas há de ser medido pela intimidade que temos com elas. Há de ser como acontece com o amor." 
É preciso ser livrre de formulas prontas e pré-conceitos apreendidos ao longo da nossa vida.

A liberdade é a capacidade do homem de assumir seu próprio desenvolvimento. É nossa capacidade de moldar a nós mesmos." (Rollo May , “Amor e Vontade”)
Nestes últimos anos, na minha experiência de vida e profissional tenho observado que há pessoas que não sabem ser livres. Ainda que você abra a porta para elas, elas ficam te olhando com aquele olhar de quem esta esperando você explicar porque ela foi punida recebendo essa tal liberdade.A Liberdade exige responsabilidade e enfrentamento do novo.Isso causa muita ansiedade. Por isso, para algumas pessoas, é melhor continuar ligado a situações ou pessoas que as sustentem em seu "Status Quo".No entanto, esse processo pode levar á estagnação , esterilidade emocional e profunda insatisfação pessoal.Ai você entende quando Carlos Drumond de Andrade falou: "A conquista pela liberdade faz tanta poeira, que por medo da bagunça,preferimos,normalmente, optar pela arrumação"
Ainda que possa parecer impossível isso é muito comum em nosso cotidiano.Sempre preferimos dar um jeitinho para não termos muito trabalho de pensar, para não sairmos do lugar, para não gastarmos muita energia, etc...A conquista exige esforço e investimento de energia,de dinheiro, de emoção, de tempo, etc. É preciso fé para sair do lugar. Há casos em que a pessoa prefere continuar na sua rotina e na pasmaceira de sua vida estéril 
Segundo Denilson Paixão "A liberação do potencial de auto-realização (Uma proposta da Abordagem Centrada na Pessoa, Calr Rogers) é um processo inerente a todo ser humano , no qual se constrói a autonomia e a responsabilidade pela própria vida .
O poder dessa escolha e o grau dessa autonomia é o reflexo do seu processo de conscientização e mobilização frente às influências externas, pois estas são responsáveis pelo bloqueio da capacidade natural humana de se realizar e realizar no mundo.(...) A certeza de que o potencial de crescimento e transformação está dentro de cada um - e que cabe a cada um combater a apatia e o conformismo frente às representações hegemônicas e deterministas que permeiam a vida em sociedade - é um importante legado da contracultura,segundo a Abordagem Centrada na Pessoa. Assim como o desenvolvimento de uma consciência mais crítica capaz de romper paradigmas dominantes e padrões de conduta, proporcionando a manifestação natural dos potenciais de realização do homem"
Segundo esta premissa, o que considero mais complicado para mim é o caso de pessoas que nem sequer sabem que precisam ser dessa autonomia, liberdade e responsabilidade.Tem um frase que gosto muito e retrata bem isso, ela diz assim: "Libertei milhões de escravos,mas libertaria mais se eles soubesses que não eram livres"

O pensamento é composto de fantasia , imaginação, antecipação, teorização,até que a ação se concretize. Tudo tem que acontecer na medida, e no tempo certo de cada um . E, se isso te levar onde você sonhou, e sua vida esta sendo produtiva para você e para quem te ama, então você fez o trajeto correto. Não importa o que a ciência te diga.Não importa o tempo que você levou e em que ritmo você se conduziu.O equilíbrio dessa jornada não esta nestes extremos .O equilíbrio esta no quanto serei capaz de amar e me permitir ser amada.Pois como disse Victor Hugo "Quem ama uma pessoa vê a face de Deus ". De  forma poética eu poderia completar o raciocínio com o que disse Manuel de Barros "...o tamanho das coisas há de ser medido pela intimidade que temos com elas. Há de ser como acontece com o amor." 

A liberdade é a capacidade do homem de assumir seu próprio desenvolvimento. É nossa capacidade de moldar a nós mesmos." (Rollo May , “Amor e Vontade”)

Nestes últimos anos, na minha experiência de vida e profissional tenho observado que há pessoas que não sabem ser livres. Ainda que você abra a porta para elas, elas ficam te olhando com aquele olhar de quem esta esperando você explicar porque ela foi punida recebendo essa tal liberdade
A Liberdade exige responsabilidade e enfrentamento do novo.Isso causa muita ansiedade. Por isso, para algumas pessoas, é melhor continuar ligado a situações ou pessoas que as sustentem em seu "Status Quo".No entanto, esse processo pode levar á estagnação , esterilidade emocional e profunda insatisfação pessoal.Ai você entende quando Carlos Drumond de Andrade falou: "A conquista pela liberdade faz tanta poeira, que por medo da bagunça,preferimos,normalmente, optar pela arrumação"
Ainda que possa parecer impossível isso é muito comum em nosso cotidiano.Sempre preferimos dar um jeitinho para não ter muito trabalho de pensar, para não sair do lugar, para não gastar muita energia, etc...A conquista exige esforço e investimento de energia,de dinheiro, de emoção, de tempo, etc.Há casos em que a pessoa prefere continuar na sua rotina e na pasmaceira de sua vida estéril,mas opta por estar lá.Segundo Denilson Paixão "A liberação do potencial de auto-realização (Uma proposta da Abordagem Centrada na Pessoa, Calr Rogers) é um processo inerente a todo ser humano , no qual se constrói a autonomia e a responsabilidade pela própria vida .

O poder dessa escolha e o grau desse autonomia é o reflexo do seu processo de conscientização e mobilização frente às influências externas, pois estas são responsáveis pelo bloqueio da capacidade natural humana de se realizar e realizar no mundo.(...) A certeza de que o potencial de crescimento e transformação está dentro de cada um - e que cabe a cada um combater a apatia e o conformismo frente às representações hegemônicas e deterministas que permeiam a vida em sociedade - é um importante legado da contracultura,segundo a Abordagem Centrada na Pessoa. Assim como o desenvolvimento de uma consciência mais crítica capaz de romper paradigmas dominantes e padrões de conduta, proporcionando a manifestação natural dos potenciais de realização do homem"
Segundo esta premissa, o que considero mais complicado para mim é o caso de pessoas que nem sequer sabem que precisam ser dessa autonomia, liberdade e responsabilidade.Tem um frase que gosto muito e retrata bem isso, ela diz assim: "Libertei milhões de escravos,mas libertaria mais se eles soubesses que não eram livres"Penso que uma dica para a questão da liberdade é aprender a pensar...."Entre as drogas que alteram o pensamento, a melhor é a verdade",disse Lily Tomlin

Segundo Renato Dias Martino "O pensamento é por assim dizer, a capacitação do ‘eu’ (compreendendo o mundo interno) na ligação afetiva com o mundo (externo). O exercício do pensar só se efetiva na experiência, como já se tomou por entendido. Experiência que compreende a ação junto do outro. Depende-se do outro para se pensar Quando não se inclui o outro, o movimento mental não pode levar o nome de pensar, pois ainda conserva características imaginarias.Ainda se encontra como ilusão que só será quebrada na introdução da verdade externa.Dessa forma, sou forçado a depositar meu descrédito em qualquer tentativa de batizar como pensamento, experiências que não compreendam o outro, ou o encontro com a verdade do outro."
Obra de Rodin
"O Pensador"
Rabindranath Tagore. (1861-1941) disse: "Lemos mal o mundo e logo dizemos que o mundo nos engana.Quantas barricadas o pensamento do homem ergue contra si próprio. Se lanço minha própria sombra no caminho,é porque há uma lâmpada em mim que não se acendeu "
Por isso, é preciso aprender a ouvir , tentar entender o que esta sendo dito nos interstícios ,no vão das palavras, no não-dito..É ali que existe as grandes descobertas. .Por isso, te desejo a verdade. ...Por isso...


"Eu te desejo a verdade que nos faz eternos pesquisadores do mundo e da vida. A verdade que não sossega.A que nos acorda de manhã cobrando um tipo de resposta que , talvez, não servirá mais depois de amanhã.A verdade que nos vira a cara a cada encontro.Aquela pela qual só podemos nos ver orientados,mas nunca possuídos "Renato Dias Martino

Nenhum comentário:

Postar um comentário