sexta-feira, 1 de junho de 2018

Um Pouco de mim

Por Rosangela Brunet

Em minha experiência venho aprendendo a me distanciar do ego e de me identificar com tudo que é forma no mundo. Há um Ser em mim que observa no Aqui e Agora,onde tudo existe. Aqui e Agora eu existo. Nessa Presença Eu sou.
Meu signo é libra com ascendente no céu......Sou esse intervalo de desejos se desviando entre as lacunas do outro que insiste em me idealizar.Não sou isso que queres ver.

Silencio tudo que me fazem desejar. Fico,então,com o esse sossego em mim.Meu céu.Um universo infinito.— viajando para para dentro de mim...

Meu elemento é terra , com cheiro de doce e colorido de framboesas frescas. Minha alma é antiga e tem sua nascente no céu. Escolho a paz pra viver e o amor para me transformar.Sou inclinada a solidão.Ela é minha fonte de imaginação e energia .Sou sinestésica e abraçar é minha forma de me ligar ao mundo.Apesar de minha objetividade estar me guiando, meu mundo subjetivo é que me faz ter sucesso. Deixei meus pensamentos ali....fui embora deixei que partissem ,e enfim encontrei-me no meio de mim, em paz , trazendo comigo tudo aquilo que nunca conheci.Estou inteira ,sobrevivi. Larguei meus pensamentos ali e corri ao meu encontro. Centrada. Cheguei lá, onde só existia amor..Ali minha existência se verbaliza e se transforma .Me torno, então quem eu realmente sou.Com coragem e um brilho nos olhos vou abrindo lentamente o presente, sem pressa de chegar no futuro, sem lágrimas deixadas no passado.
Previsão do Tempo:ele não existe para mim .Só o Aqui e Agora me inicia.Mesmo com as cinzas vulcânicas do passado e os montes do futuro em erupção. O Aqui e Agora é onde minha vida acontece com toda intensidade de um vulcão.
Só o presente me desvenda seus segredos , e os ventos chegam pra chover cura e trovejar transformação.

A temperatura no coração nunca cai
E nenhuma chama nos devora tão rapidamente quanto os afetos do ressentimento. O aborrecimento, a suscetibilidade doentia, a impotência de vingança, o desejo, a sede de vingança, o revolver venenos em todo sentido – para os exaustos é esta certamente a forma mais nociva de reação: produz um rápido consumo de energia nervosa, um aumento doentio de secreções prejudiciais, de bílis no estômago, por exemplo. O ressentimento é o proibido em si para o doente. (...) O ressentimento, nascido da fraqueza, não é prejudicial a ninguém mais que ao próprio fraco."
_____ Friedrich Nietzsche.

A vida é curta demais para viver desperdiçando o tempo com aquilo que nos traz negatividade e nos faz carregar o mundo na costas.Por isso, não tenho mais paciência para o cinismo, críticas e exigências em excesso. Depois dos quarenta ficamos mais exigentes e nossa percepção do mundo se transforma .Deixamos a arrogância de lado e de decidimos descer do palco e viver de verdade . Nossos passos agora passam longe de qualquer pretensiosismo, hipocrisia e desonestidade .Agora é tolerância zero com eruditismo seletivo e altivez acadêmica. A gente percebe que agradar a quem não se agrada da gente é energia desperdiçada, e amar quem não nos ama é cristianismos mal interpretado. Agora meu sorriso se abre para tudo que alegra meu dia e se distancia de quem quer roubar minha alegria..Já não dedico mais meu tempo com pessoas mentirosas e manipuladoras ..Pessoas com visão estreita do mundo e que menospreza tudo aquilo que é diferente me deixa cansada; Tento me afastar de quem gosta de espalhar notícia sem fundamento, boatos maldosos e se alimenta de intrigas , fofoca e mexerico.Conflitos e comparações para mim é um veneno a que não me exponho mais .Acredito que criamos um mundo de paz e mais feliz se aceitamos os opostos. E pessoas que acharam a verdade não cabem mais nele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário