Frida Kahlo

Frida Kahlo foi excepcional como mulher, para além dos padrões da sociedade da época e também como artista tardia 
Cenas do Filme 
''Estive doente durante um ano: 1950-1951. Sete operações na coluna. O Dr. Farill salvou-me. Restituiu-me a alegria de viver. Não estou doente. Estou partida. Mas me sinto feliz por continuar viva enquanto puder pintar 'Ainda estou numa cadeira de rodas e não sei quando poderei voltar a andar de novo. Tenho um colete de gesso que, em vez de ser horrivelmente 'maçador', me ajuda a suportar melhor a coluna. Não sinto dores, só um grande cansaço... e, como é natural, por vezes desespero. Um desespero indescritível. No entanto quero viver. Já comecei o pequeno quadro que vou dar ao Dr. Farill e que estou fazendo com todo meu carinho por ele. (E o que mais dói) é viver num corpo que é um sepulcro que nos aprisiona (segundo Platão) do mesmo modo como a concha aprisiona a ostra.'' Frida Kahlo
Pensaram que eu era surrealista, mas nunca fui. Nunca pintei sonhos, só pintei a minha própria realidade....E a sensação nunca mais me deixou, de que meu corpo carrega em si todas as chagas do mundo.''

''Pinto a mim mesmo porque sou sozinha e porque sou o assunto que conheço melhor.''Frida Kahlo


'Algum tempo atrás, talvez uns dias, eu era uma moça caminhando por um mundo de cores, com formas claras e tangíveis. Tudo era misterioso e havia algo oculto; adivinhar-lhe a natureza era um jogo para mim. Se você soubesse como é terrível obter o conhecimento de repente - como um relâmpago iluminado a Terra! Agora, vivo num planeta dolorido, transparente como gelo. É como se houvesse aprendido tudo de uma vez, numa questão de segundos. Minhas amigas e colegas tornaram-se mulheres lentamente. Eu envelheci em instantes e agora tudo está embotado e plano. Sei que não há nada escondido; se houvesse, eu veria.

Frida Kahlo pintando o retrato de seu pai, 1951. Foto Gisele Freund. D.R. 2010, Banco de México.Crédito obrigatório: D.R.© 2010 Banco de México en su carácter de Fiduciario en el Fideicomiso relativo a los Museos Diego Rivera y Frida Kahlo
Copyright: Agustin Estrada

 'Meu pai foi para mim um grande exemplo de ternura, de trabalho... e acima de tudo de compreensão de todos os meus problemas.''  


"Diego, houve dois grandes acidentes na minha vida: o bonde e vc. Vc sem dúvida foi o pior deles."Frida Kahlo



''O México, como sempre, está desorganizado e confuso. A única coisa que lhe resta é a grande beleza da terra e dos índios. Todos os dias, a parte feia dos Estados Unidos rouba um pedaço; é uma lástima, mas as pessoas têm que comer e é inevitável que os peixes grandes devorem os pequenos.''Frida Kalo


Poema do diário de Frida
Diego. princípio 
Diego. construtor 
Diego. meu bebê 
Diego. meu noivo 
Diego. pintor 
Diego. meu amante 
Diego. meu marido
Diego. meu amigo 
Diego. meu pai 
Diego. minha mãe 
Diego. meu filho 
Diego. eu 
Diego. universo 
Diversidade na unidade. 
Porque é que lhe chamo Meu Diego?


Ele nunca foi e nem será meu. 
Ele pertence a si próprio.



Ser-se mulher é algo de tão peculiar, de tão misto, de tão compósito, que nenhum predicado pode por si só exprimi-lo, e os muitos predicados, caso os quiséssemos utilizar, contradir-se-iam mutuamente de tal maneira que só uma mulher seria capaz de suportar tal coisa; aliás, pior ainda, seria capaz de encontrar prazer nisso." Kierkegaard 

Origem das duas Fridas. Recordação. Devia ter 6 anos quando vivi intensamente a amizade imaginária com uma menina de minha idade. (...) Não me lembro de sua imagem, nem de sua cor. Porém sei que era alegre e ria muito. Sem sons. Era ágil e dançava como se não tivesse nenhum peso. Eu a seguia em todos os seus movimentos e contava para ela, enquanto ela dançava, meus problemas secretos. Quais? Não me lembro. Porém ela sabia, por minha voz, de todas as minhas coisas...''
As Duas Fridas 
Frida Kahlo with Granizo, 1939. Photo By Nickolas Muray


Casa de Frida Kahlo, La Casa Azul, agora Museo Frida Kahlo .
Fonte:http://bookporn.tumblr.com/

Comentários